Os professores são de suma importância para todas as crianças, jovens e adultos que estudam e aprendem com a troca de saberes entre colegas e seus mestres. São muitas histórias que ouvimos de pessoas que encontraram no professor um exemplo, uma admiração, um objetivo a ser alcançado. Uma inspiração!

Em minhas palestras para professores, sempre começo dizendo que o professor é o profissional mais poderoso que existe, pois ele impulsiona ou atrapalha (e muito) o futuro do aluno. É lógico que, aqui, estou fazendo um recorte apenas do que cabe ao professor.             

Muito se fala na inovação e mudança importantes na maneira de ensinar com uma nova visão, porém os professores a escola e a educação num sentido mais amplo, mas as escolas ao passar dos anos, continuam sem ser reinventada. A inclusão escolar, sendo um  exemplo, apresentado como um dos maiores desafios e ainda o é, porém acredito que hoje o olhar mudou, espero… Muitos professores, como você que está lendo, abraçaram a causa, entendendo que a inclusão são para TODOS! A inclusão é para todos os alunos, essencial qualquer criança se sinta inserida em seu grupo, em seu meio para efetivamente utilizar a aprendizagem significativa. O aluo deve ser ensinado a aprender a aprender, ao desenvolvimento das funções executivas e a interação social. Parece difícil? Não é, mas é preciso desconstruir crenças que serviam bem no passado. Quebrar paradigmas!     

Este ano com a quarentena e o isolamento social, a escola agiu, criou, ultrapassou fronteiras e que apesar do cansaço do stress, foi possível! Vocês conseguiram!   (Sabe-se das falhas, erros, mas é assim mesmo, quando se arrisca, e vai se aprimorando com um processo contínuo de qualidade).

Agora, se eu dissesse aos professores que eles iriam viram atores, gravando vídeos, fazendo performance e lives, trabalhando com plataforma digitais e lecionando on-line. No mínimo, seria chamada de maluca, delirando. – Nunca faria uma coisa dessa!, seria a maioria das respostas dos professores, e mais “eu sou professor, a minha função é dar aula, foi o que eu aprendia a fazer”, nem pensar, não conheço tecnologia”, isso seria impossível de acontecer”…

            Mas como diz meu pai: “Não há nada que não possa piorar”, chegou no Brasil, em meado de fevereiro deste ano (2020), o coronavírus e a partir do dia 16 de março, as aulas foram suspensas no Estado do Rio de Janeiro. Praticamente do dia pra noite. Ninguém havia passado por uma situação parecida e nem sabia o que fazer. Pois bem, esses mesmos professores arregaçaram as mangas e se desafiaram a fazer o que era preciso por seus alunos. E fizeram! Cada aula, performance, gravações, planos de aulas, trabalhando dia e noite, com disponibilidade para aprender e hoje eu sou testemunha de como a grande maioria estão dominando as técnicas e se superaram.

Por vezes, passamos por situações tão difíceis e adversas e percebo que são nesses momentos que nos permitimos para o novo. Saímos da nossa zona de conforto, nos permitimos criar com a mente aberta e sermos flexíveis para encontrar outros caminhos.

Parabéns à todos os professores, parabéns por aceitar o desafio, parabéns por vencer com êxito! Parabéns pelo profissionalismo! Quanto entusiasmo! Não desistiram dos seus alunos, de vocês mesmo… Alçar vôos mais altos!

A Clínica da Ponte entende a importância do professor em terapia, e tem condições especiais para o professor, a profissão mais importante que existe. O professor passa por muitas pressões, da própria instituição, dos alunos e dos pais. Muitas vezes, histórias que acompanhamos, nos atravessa e é preciso tratar.

A todos os mestres, com carinho.

Thelma Domingues

Psicóloga e Psicopedagoga Clínica - CRP: 05/56218

Compartilhe!

Posts recentes

Vamos conversar?

Entre em contato – por WhatsApp

Newsletter